Quando toda a minha gentileza acabar

Quantas pessoas estarão sentadas aguardado, pacientemente, o momento em que tudo que antes era transformado em humildade se tornará meu de verdade? Quantas estarão assistindo, sem qualquer imunidade, o instante em que a última injustiça for capaz de converter bondade em potência?

E quando a passividade esvaziar-se em mim fazendo surgir daquele ambiente estéril uma nova forma de agressividade? Nessa hora saberei que, enfim, estou bem.

Penso: quem será que vai me incomodar, quando toda a minha gentileza acabar?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s